A trajetória da Pixar nos cinemas

Pixar

Pixar: um caminho de muito sucesso

A Pixar Animation Studios foi fundada em 1986, pertencendo então à Walt Disney Company. Apesar de ter surgido na década de 80, somente quase dez anos depois que seu primeiro longa foi lançado, com a estreia de Toy Story, em 1995.

Apesar de fazer parte da Disney, a Pixar no entanto começou como uma divisão da Lucasfilm. Em 25 anos, o estúdio já arrecadou mais de 14 bilhões de dólares ao redor do mundo, além do sucesso de público e crítico. Sem contar os inúmeros prêmios na bagagem, tais como 19 Oscars, 8 Globos de Ouro, 11 Grammys, entre outros.

CartoonMix dessa semana vai relembrar algumas das principais produções, vamos lá?

Toy Story

A animação foi a primeira produção cinematográfica da Pixar, cuja a franquia é a mais sucedida deles até hoje. Os quatro filmes  foram campeões de bilheteria, além atingir notas altíssimas, muitas vezes máximas, de crítica.

Toy Story trouxe Tom Hanks e Tim Allen dublando os protagonistas, Woody e Buzz Lightyear. Além disso, a animação ganhou linhas de produtos licenciados, tornando-se um verdadeiro sucesso comercial.

Como se não bastassem as produções em questão, a franquia também lançou spin-offs, tais como Buzz Lightyear do Comando Estelar Buzz Lightyear do Comando Estelar – A Aventura Começa.

Vida de Inseto

Em 1998 estreava então o segundo filme do estúdio. Vida de Inseto teve uma concorrência forte na época, uma vez que a concorrente Dreamworks lançou um longa semelhante, Formiguinhaz. No entanto isso não foi tão desesperador assim, uma vez que o longa colheu bons frutos.

A animação conquistou a incrível marca de 91% de aprovação pelo Rotten Tomatoes, além de ter arrecadado mais de 360 milhões de dólares mundialmente em bilheteria, assim tornando-se uma das 5 maiores bilheterias de 1998. Com isso, a atração ficou apenas atrás de Toy Story, também da Pixar. Já seu concorrente direto, por sua vez, arrecadou menos que a metade a nível mundo.

Vida de Inseto teve em seu elenco como dubladores nomes como Dave Foley, Kevin Spacey, Julia Louis-Dreyfus, Hayden Panettiere, entre outros.

Monstros S/A

O premiado filme foi um verdadeiro fenômeno, com a história dos monstros que assustam crianças. Os monstros Mike e Sulley, assim como a linda garotinha Boo conquistaram todos os públicos, tanto infantil quanto adulto.

Também sendo um enorme sucesso de crítica, o longa adquiriu bilheteria de nada menos que aproximadamente 525 milhões de dólares mundialmente. John Goodman e Billy Crystal chegaram a ganhar um prêmio Oscar e um Grammy, pela performance da música “If I Didn’t Have You.

Em 2013, doze anos após a estreia de Monstros S/A, chegava às telonas Universidade Monstros. A atração, no entanto, tratava-se de um prequel dos acontecimentos do primeiro filme, mostrando como Mike e Sulley se conheceram.

Com um elenco de peso, como Sean Hayes, Alfred Molina, Nathan Fillion, John Krasinski e Kirstie Alley conseguiu superar seu antecessor (ou sucessor?), pelo menos no quesito bilheteria. A nível mundial, o filme arrecadou a impressionante marca de 743 milhões de dólares, tonando-se a sétima maior bilheteria de 2013 em todo o mundo.

Procurando Nemo

Essa com certeza é uma das franquias mais bem sucedidas da Pixar. Vencedor do Oscar, Procurando Nemo foi um verdadeiro fenômeno mundial, quebrando recordes.

O longa obteve avaliação de 99% do Rotten Tomatoes, além de atingir a impressionante marca de quase 1 bilhão de dólares de bilheteria mundialmente. Apesar do grande sucesso, a atração também passou por grandes polêmicas. Na época um escritor francês acusou a Disney e Pixar de plágio, de terem copiado a ideia do filme em seu livro, intitulado Pierrot.

13 anos após sua estreia, finalmente sua continuação chegava aos cinemas. Procurando Dory mostrou a saga de Nemo e seu pai em localizar dessa vez a divertida peixe, dublada por Ellen DeGeneres. O segundo filme da franquia foi sucesso de público e crítica, arrecadando mais de um bilhão de dólares mundialmente, além de ter sido a terceira maior bilheteria dos cinemas em 2016.

Os Incríveis

Outra franquia de sucesso, o longa conquistou bons frutos. Indicado a quatro Oscars, Os Incríveis acabou levando duas estatuetas para casa.

O filme se diferenciou de outras produções da Pixar, por tratar de temas mais adultos. Família, morte, violência e a importância de modelos foram alguns assuntos abordados do longa.

Durante muito tempo os fãs sonhavam com uma continuação, até que em 2007, três anos após a estreia do primeiro filme, o diretor Brad Bird enfim comentou sobre a possibilidade. No entanto isso só veio a acontecer em 2018.

Os Incríveis 2, por sua vez, conseguiu abocanhar quase o dobro de bilheteria. O sucesso foi fora do comum, sendo aclamado pela crítica.

Apesar de ter levado 14 anos para o segundo filme sair, a diferença cronológica entre eles é de apenas alguns minutos.

Up – Altas Aventuras

Esse com certeza é um dos filmes mais emocionantes da Pixar. Up – Altas Aventuras, assim como os demais filmes do estúdio, também foi um verdadeiro fenômeno de público e crítica.

Na época de seu lançamento, o longa era a quarta maior bilheteria da história da Pixar, ficando atrás apenas de Universidade Monstros, Procurando Nemo e Toy Story 3.

Up – Altas Aventuras chegou a ser indicado a cinco categorias do Oscar, levando duas estatuetas para casa. Esse foi o primeiro longa da Pixar a ser indicado na categoria de Melhor Filme, e o primeiro desde a versão animada de A Bela e a Fera em conseguir tal patamar. No entanto a atração acabou levando para casa os prêmios de Melhor Animação e Melhor Trilha Sonora.

Além do Oscar, a atração também foi vencedora do Globo de Ouro.

Outras franquias de sucesso

É claro que não podemos esquecer de outros grandes sucessos da Pixar, tais como Carros, Valente, Divertidamente, O Bom Dinossauro, entre tantos outros.

Vida longa a Pixar!

E aí, qual seu filme favorito? Deixe nos comentários e, além disso, continue acompanhando as novidades do mundo dos filmes aqui no Mix de Filmes.

Igualmente, nos acompanhe em nossas redes sociais: Instagram e Twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *