Avatar 2: data de estreia e tudo o que sabemos até aqui

Avatar 2

Avatar 2 chegará em 2021 e até 2027 teremos outros três filmes da saga. Trata-se do projeto cinematográfico mais arriscado dos últimos tempos

Será que alguém esperava que Avatar fosse o sucesso que foi? James Cameron, o diretor, talvez imaginasse, mas poucos previram o tamanho da coisa toda. O fato é que Avatar se tornou a maior bilheteria de todos os tempos, posto perdido para Vingadores: Ultimato uma década depois. O longa extrapolou a marca dos dois bilhões de dólares, foi indicado a uma porção de Oscar e virou um fenômeno. Considerado o precursor do 3D moderno (outros filmes já haviam usado a tecnologia antes, mas não como aqui), Avatar se transformou naqueles mega projetos que rendem livros, jogos, brinquedos, revistas e um universo de produtos.

O que a Fox (hoje propriedade da Disney) e James Cameron decidiram? Fazer uma sequência? Não. Fazer quatro. O estúdio e o diretor têm tanta confiança no produto, que decidiram realizar quatro filmes, gravado de forma simultânea e lançados com intervalo de dois anos entre si. Trata-se de uma das empreitadas mais arriscadas da história. A ideia é assustadora: filmar todos os filmes e lançá-los até 2027. Desta forma, teremos Avatar por mais uma década, aproximadamente.

Avatar 2, 3, 4 e 5: Risco – quase – total

Por que o empreendimento é tão arriscado? Simplesmente porque é impossível saber se estes filmes serão bons, ou se o público ainda nutre interesse por eles. É bem provável que o segundo longa, primeiro a ser lançado desta nova leva, faça um sucesso considerável, já que será um novo produto depois de dez anos. O público estará curioso, com relativa saudade, e apostará em uma nova aventura. Mas e depois? A audiência retornará para mais três filmes? A tendência é que o público diminua.

James Cameron promete inúmeras surpresas e novidades tecnológicas, mas será que isso é suficiente para prender o público médio? A tecnologia pode agradar quem se interessa pelo assunto, mas pode não fazer diferença para o espectador casual. Devemos levar em conta uma grande possibilidade: se o próximo filme for ruim, desaprovado pela crítica ou fizer pouco dinheiro, como garantir o retorno das pessoas para os próximos?

As pessoas gostam tanto assim de Avatar?

É como se você comprasse quatro hambúrgueres sem saber o saber, provasse o primeiro, detestasse, e tivesse que aguentar outros três simplesmente porque não pode devolver. A Fox/Disney está nesta situação: se o primeiro dos quatro longas flopar, o estúdio ficará com outros três projetos caríssimos para desovar nas telas de Cinema, mesmo que ninguém vá assistir.

E o pior: imagine que outra pessoa tivesse comprados os hambúrgueres pra você comer. Pois é, a Fox encomendou os projetos que, agora, estão sob responsabilidade da Disney.

Gosto muito de Avatar. Em 2009, foi o melhor filme do ano e também o melhor daquele Oscar. Faço parte do time que gosta do universo e espera ansioso pelas próximas aventuras. Temos que considerar, entretanto, que uma parte considerável do público desaprova Avatar. Mesmo na época de lançamento, uma parcela considerável de críticos e espectadores detonaram o longa, apontando fraqueza no roteiro, falta de originalidade e preguiça. Além disso, Avatar foi aquele tipo de blockbuster que enjoa, já que dominou as salas de Cinema e internet por meses.

O que sabemos?

Cameron afirmou que as filmagens brutas, de captura de movimento, estão praticamente finalizadas. Avatar 2 já estão completos em termos de gravações, e o quarto está na metade do caminho. As filmagens em live action, segundo o cineasta, também estão completas. Cameron diz que a produção destes filmes está em curso desde 2013 e que tudo está dentro do cronograma. Segundo ele, realizar estes projetos é como comandar 2,5 animações gigantescas: “Uma animação leva em torno de quatro anos para ficar pronta. Se fizermos a matemática, estamos bem dentro do prazo.”

Em 2017, em entrevista para a Vanity Fair, Cameron afirmou: “Vamos encarar os fatos: se Avatar 2 não fizerem dinheiro suficiente, não haverá Avatar 4 5.” Caso a afirmação seja verdadeira, então o estúdio terá dois filmes não finalizados no bolso, sem nada para fazer com eles.

História e tecnologia

O roteiro promete trazer o casal protagonista de volta. A ideia é mostrar a saga da família de Jake, agora com filhos, e o conflito com os humanos, que seguem tentando invadir e destruir Pandora. Cameron deseja explorar outros espaços do lugar, principalmente as águas de Pandora. Quem conhece o diretor, sabe que o oceano é uma de suas maiores paixões.

Segundo o diretor, cada filme contará uma história fechada e satisfatória, com início, meio e fim, representando, assim, uma experiência completa para o público. Ainda assim, os quatro filmes representam uma saga maior, interconectada.

O desejo mais arriscado de Cameron e da produção é lançar uma tecnologia 3D que não precise de óculos. Hoje parece impossível imaginar isso, mas é justamente essa a ideia: quebrar paradigmas para seguir quebrando recordes. O fato é que precisamos confiar em Cameron: ele quebrou barreiras nos efeitos especiais com Terminator 2 e até mesmo com O Segredo do Abismo, um de seus menores filmes. Titanic ainda é um dos maiores produtos cinematográficos já vistos e Avatar estabeleceu o novo blockbuster, que perdura até hoje. Não se surpreenda caso os próximos Avatar redesenhem a indústria e as plateias.

Quando poderemos ver os resultados?

Avatar 2 deve chegar em 17 de dezembro de 2021. Cameron promete não adiar mais o projeto. Avatar 3 em 22 de dezembro de 2023, Avatar 4 em 19 de dezembro de 2025 e Avatar 5 em 17 de dezembro de 2027.

Nota

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *