Cinco filmes originais da Disney+ que valem a pena

Disney

A Disney+ chega ao Brasil prometendo ser uma das plataformas de streaming mais poderosas e populares da internet. No catálogo, uma porção de franquias de sucesso dividem atenção. A Disney, afinal, é dona das maiores sagas da cultura pop. Estão lá Star Wars, Marvel, Pixar, todas as animações clássicas e modernas, tudo o que era da Fox, além de pratas da casa como Piratas do Caribe, Tron e um forte conjunto de títulos infantis e para jovens.

Mas não é só de passado e produtos já conhecidos que se faz a plataforma. Um punhado de filmes originais já preenchem o catálogo, e poderão ser assistidos pelo público nacional já na terça-feira, 17, quando a plataforma aporta em terras nacionais. Aqui, você conhece cinco filmes originais que merece uma espiada.

A Dama e o Vagabundo

O primeiro filme original da plataforma apostou em um dos clássicos do estúdio. O live action de A Dama e o Vagabundo surpreende pela qualidade técnica e pelo mesmo charme que brilhava na animação original. Aqui, os traços dão espaço aos cães computadorizados, que funcionam a contento. Nesta perspectiva, A Dama e o Vagabundo é um dos melhores live actions/remakes da Disney. Acertando muito mais que Malévola e A Bela e a Fera, por exemplo, o filme dos cachorros agrada com bom humor e história leve. Não inova em nenhum aspecto, mas ilumina qualquer sessão de cinema em família.

Togo

A Disney sempre teve um fraco para cachorros, e essa paixão pode ser conferida na Disney+. Depois de A Dama e o Vagabundo, foi a vez de Togo. No longa, estrelado por Willem Dafoe, acompanhamos a história real de amizade entre Leonhard Seppala e seu cão de trenó, Togo. Aqui, vemos a Grande Corrida da Misericórdia, de 1925, onde 20 corredores de trenó, guiados por 150 cães, levaram antídotos  para curar vítimas de uma epidemia na cidade de Nome, no Alasca. Por mais de cinco dias, cães e homens percorreram um duro percurso, sob condições adversas, e entraram para a história como heróis. Superação, emoção, cachorros e histórias reais: uma síntese da Disney.

Hamilton

A maior peça de teatro do século chega aos olhos do mundo em uma imperdível gravação, feita ao vivo, na íntegra, e com todo o elenco da obra original. Hamilton é um fenômeno. Ultrapassando as fronteiras da Broadway, o musical ficou famoso no mundo todo por ser um sucesso absoluto, tendo esgotado seus ingressos por meses. A peça conta a história de Alexander Hamilton, um dos fundadores dos Estados Unidos. Contando os bastidores da independência do país, o musical mistura hip-hop, história e arrojo técnico e narrativo. Trata-se de um longo espetáculo que cativa a cada minuto, sendo um dos melhores lançamentos do ano.

O Grande Ivan

Programado para os Cinemas, O Grande Ivan é um dos títulos que tiveram seu lançamento cancelado devido a pandemia de covid-19. A saída foi colocá-lo na Disney+, onde encontraria público e injetaria gás na plataforma. Nesta perspectiva, é um longa que reforça a abordagem da Disney+ no mercado. Assim como A Dama e o Vagabundo Togo, O Grande Ivan aposta nos efeitos visuais e nos animais para contar uma história cheia de bom humor, mas com fortes mensagens emocionais. Aqui, acompanhamos Ivan, um gorila enorme que trabalha em um espetáculo circense em um shopping. Aos poucos, o simpático gorila vai questionando sua realidade, seu passado e sua existência. O elenco é um capricho, assim como os visuais.

Mulan

Mulan

Outro filme que chegaria aos Cinemas, mas acabou se acomodando no streaming. Mulan é mais uma adaptação em live action de uma animação do estúdio. O resultado é positivo, embora não saia da zona de conforto estabelecida pelos demais remakes. Na trama, uma jovem garota se transforma em um rapaz e vai para a guerra no lugar de seu pai. O visual tenta emular uma escala épica, mas fica um degrau abaixo do desejado. Ainda assim, é uma aventura bacana que pode divertir numa tarde ociosa.

Nota

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *